Você não está sozinha

Voltando da praia para casa Eu ouço gritos A porta do carro tá aberta Eu ouço gritos A porta do carro tá aberta Ela tem saída Está tudo bem   Um homem no celular diz: – Nao sei o que fazer…Ele tava batendo nela… liguei para a polícia… não sei o que fazer Nesse momento,…

Absolveram o estuprador da USP e isso também é problema seu.

Daniel Tarciso da Silva Cardoso foi acusado de dopar e estuprar pelo menos seis mulheres na maior faculdade da América Latina. Ele também já matou um homem com oito tiros. Mas antes que você diga que ele é um louco descontrolado, aqui vão alguns argumentos pra te mostrar que o estupro, na verdade, ronda a…

O que acontece quando você é feminista na internet

Na semana passada, um dos maiores blogs feministas do Brasil, o Escreva Lola Escreva, foi atacado por grupos masculinistas (sério, eles existem) e quase saiu do ar. E depois de uma conversa com outra blogueira maravilinda, resolvi compartilhar um pouco do que acontece quando você resolve ser feminista na rede, a partir da minha experiência…

O outro só começa onde você termina

Entenda por que as pessoas sempre agem assim com você.  Na homeopatia, cada pessoa tem um medicamento próprio; e o seu remédio é feito daquilo que daria, numa pessoa saudável, o sintoma que você tem*. Isso porque, às vezes, provar um pouquinho do veneno é o que faz a gente melhorar. E a diferença entre…

5 dicas para não achar que está grávida todo mês

[ curta a minha página no facebook para acompanhar o blog ] Miga, PARE COM A NOIA: 5 dicas para não achar que está grávida todo mês O medo da gravidez assombra as mulheres mais que o derretimento das calotas polares. Isso porque não é fácil ser mãe na nossa sociedade – muito menos de surpresa -, mas…

O mito das relações que terminam bem

Todo encerramento é um baque. Quer dizer: ninguém começa uma relação esperando que um dia ela vá terminar. Ninguém planta uma rosa projetando o dia em que ela irá murchar. Agora, me surpreendem as narrativas da aceitação, as narrativas da celebração do que foi e a resiliência sobre não ser mais. Ora, nenhum empreendimento termina…

A perfeição é uma farsa

Ser perfeita nunca foi uma ideia que me agradou muito. Talvez porque eu nunca tenha sido muito “boa” nisso, ou provavelmente porque a contraparte obrigatória dessa ideia é um fracasso escandaloso. Mesmo quando você acerta. Explico: nós mulheres somos confrontadas com ideais etéreos, e a nós são atribuídas tarefas hercúleas de auto-transmutação constante. É como…

Projeto Falou Machão

O machismo está escancarado nas estatísticas, mas também muito enrustido nas pequenas coisas do dia a dia. O projeto Falou Machão busca reunir fragmentos desses recados passados diariamente para nós, no intuito de aumentar a consciência e fortalecer nossa resistência às agressões. Abra seus olhos e ouvidos, e contribua com esta coletânea de frases reais…

Sangue Bom – parte 3: a liberdade

Pare de odiar sua menstruação e dê o próximo passo da sua liberdade Continuando o assunto dos últimos posts, vamos ver como podemos viver nossa menstruação com mais tranquilidade. 3. Repense o anticoncepcional A pílula (e todos os contraceptivos hormonais, como anel, implante e adesivo) suspende seu ciclo de variação hormonal natural e introduz hormônios…

Sangue Bom – parte 2: a revolução

Pare de rejeitar sua menstruação e dê o próximo passo da sua liberdade No último post, falei sobre as diversas maneiras pelas quais nossa sociedade rejeita a menstruação. Seja no trabalho, nas rodas de amigos, na publicidade ou nos milhares de produtos e medicamentos feitos para “remediar” o “problema”, parece que só temos coisas ruins…

Sangue bom – parte 1: O Tabu

Pare de rejeitar sua menstruação e dê o próximo passo da sua liberdade A menstruação é um grande tabu contemporâneo. Relegada a reclamações sobre cólicas, disfarçada em pedidos constrangidos de absorventes emprestados e considerada um mero sinal da não-gravidez, sobre a menstruação temos uma realidade: Só pode falar se for para falar mal   É só observarmos…

É preciso falar

  Na rede, nos blogs, nas ruas. Mas também no tête-à-tête, na hora que acontece e com quem acontece. Uma vez, eu estava esperando um ônibus para casa, já passava das 8 da noite, quando ouvi um homem gritando muito. Ele dizia insultos horríveis, como: você é burra, você faz tudo errado, eu só passo…